Claudia Rondon, da RP1 Comunicação (Brasil)


Claudia Rondon, diretora da RP1 Comunicação, defende que o horário de trabalho nas agências de comunicação deve ser flexível.

“O trabalho de comunicação é dinâmico e, portanto, deve haver flexibilidade para justamente ser possível acompanhar este movimento. Por outro lado, não podemos esquecer que é preciso haver disponibilidade para atendimento às demandas (de clientes, jornalistas etc.) durante um período considerado de horário comercial”, assinala a executiva.

Claudia Rondon, da RP1 Comunicação

Em entrevista ao blog PR Interview, Claudia fala sobre sua experiência publicitária e revela quais são os próximos passos da RP1.

Acompanhe a seguir os principais trechos da entrevista:

PR Interview: No dia a dia na assessoria de imprensa, você usa parte dessa sua experiência como publicitária?

Claudia Rondon: Claro que sim. A propaganda não anda sozinha, muito menos a comunicação empresarial. Todas as ferramentas se completam e se encaixam. Essas experiências complementares é que nos fazem eficientes.  Hoje, a RP1 tem mais de 60 profissionais entre jornalistas, relações públicas e publicitários.

PR Interview: O assessor de comunicação está, cada vez mais, marqueteiro?

Claudia Rondon: Com a profissionalização cada vez mais presente no setor, os assessores já entenderam que trabalhamos a comunicação como um todo e, neste sentido, ela é necessariamente 100% integrada com o marketing e todas as demais áreas. As agências estão em processo de profissionalização intensa  e também investem em seu próprio marketing. Esta área está cada vez mais valorizada.

PR Interview: As agências de comunicação devem controlar ou liberar o uso de redes sociais?

Claudia Rondon: Redes sociais são apenas mais um meio de comunicação e, por isso, é fundamental que as equipes das agências tenham total conhecimento deste  e de todos os outros meios que ainda vão surgir. O que precisa haver é a conscientização completa de que estes profissionais (do nosso e de qualquer outro setor) representam a si mesmos, a instituição na qual trabalham e também seus clientes.

PR Interview: O horário de trabalho dos colaboradores de uma agência deve ser flexível?

Claudia Rondon: O trabalho de comunicação é dinâmico e, portanto, deve haver flexibilidade para justamente ser possível acompanhar este movimento. Por outro lado, não podemos esquecer que é preciso haver disponibilidade para atendimento às demandas (de clientes, jornalistas etc.) durante um período considerado de horário comercial. Neste sentido, concluindo, o que deve balizar a flexibilidade de horário é bom senso.

PR Interview: Para finalizar, quais os planos da RP1?

Claudia Rondon: A RP1 ainda este ano está consolidando as parcerias nas principais capitais. Os planos da agência são de enfocar seus esforços nos produtos que já são referência no mercado como gestão de comunicação de crise.

Bookmark and Share

NO PRÓXIMO POST:

Entrevista com Ben Foster, professor da DePaul University e Estrategista de Mídia Digital da Ketchum

Sobre Rodrigo Capella

Diretor da Pólvora PR, Assessor de Imprensa e Estudioso da Comunicação Digital, Rodrigo Capella já ministrou, desde 2008, mais de 350 palestras e cursos em eventos, associações, empresas e universidades, como Banco do Brasil, Novartis, Rotary Club, ESPM, FMU, Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará, Congresso Internacional para Líderes da Comunicação, Social Media Vale do Paraíba e Seminário “Mídias Digitais e Transformação Social”, realizado em Aracaju pelo Governo de Sergipe. Além disso, o profissional foi professor de Comunicação Digital da pós-graduação da PUC-PR, da UNA-BH e da Universidade Anhembi Morumbi-SP. Capella é também autor de diversos livros, como “Assessor de Imprensa: fonte qualificada para uma boa notícia” e de “Rir ou Chorar”, biografia do cineasta Ricardo Pinto e Silva coordenada por Rubens Ewald Filho. E-mail: capella.rodrigo@gmail.com
Esse post foi publicado em Entrevista e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Claudia Rondon, da RP1 Comunicação (Brasil)

  1. Christiane, obrigado pela visita. Dia 01, teremos nova entrevista. Abs e obrigado, Capella.

  2. Achei ótima a entrevista. Sempre vi a profissão de Ai como multidisciplinar, integrando várias áreas da comunicação.

  3. Juliano, muito obrigado pela visita. Abs, Capella.

  4. Juliano Melo disse:

    Muito boa a entrevista, Capella. É difícil imaginar uma agência de comunicação que não libere o acesso às redes sociais como ferramenta de trabalho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s