Flavio Valsani, da LVBA (Brasil)




Crise. Esta palavra assusta ainda a muitos profissionais de comunicação, que, diante de uma situação inusitada e complicada, optam pelo caminho mais fácil e rápido, somente para dar um retorno ao cliente e atender aos jornalistas.

Falta – a estes comunicadores -, na maioria das vezes, técnica, conhecimento e experiência profissional para agir da maneira mais adequada.

Flavio Valsani, diretor-executivo da LVBA, empresa que edita os blogs Crise & Comunicação e 806, está acostumado a vivenciar momentos de crise comunicacional e conhece, como poucos, as  soluções mais eficazes.

Em conversa com o PR Interview, ele dá algumas dicas: “é fundamental analisar todas as possibilidades de crises, fazer um mapa de risco e definir estratégias e providências para se preparar para uma emergência”.

 

Flavio Valsani, da LVBA

Valsani ressalta também que o comunicador “precisa ser um sinal de alerta” e faz, durante a entrevista, algumas ponderações.

Acompanhe a seguir os principais trechos da convesa:

PR Interview: Como o assessor de imprensa deve lidar com a crise de um cliente?

Flavio Valsani: Atendimento em crise requer uma série de providências, a começar por uma rápida e profunda análise de cenário. Ao mesmo tempo, é preciso começar a fornecer informações – mesmo que sejam ainda muito superficiais – a fim de garantir a abertura e permanência de um canal de comunicação eficiente.

É preciso também definir os públicos a serem contatados, as mensagens preferenciais e assim por diante. Como nunca há tempo de traçar uma estratégia em uma crise, é essencial tê-la preparada antes, quando não há nuvens negras no horizonte. Assim, é fundamental analisar todas as possibilidades de crises, fazer um mapa de risco, definir estratégias e providências, para se preparar para uma emergência.

É essencial trabalhar tudo isto antes e sempre de maneira a reduzir os riscos de uma resposta inadequada em uma situação de crise real.

PR Interview: Em tempos de social media, o assessor de imprensa precisa, cada vez mais, assumir um papel de gerenciador de crise?

Flavio Valsani: Mais do que gerenciador de crise, ele precisa ser um sinal de alerta. Ao monitorar redes sociais o profissional de comunicação se capacita para alertar a corporação sobre as tendências e possibilidades – tanto positivas, a serem aproveitadas, quanto negativas, a serem trabalhadas.

Claro que complica tudo o fato de várias empresas não permitirem acesso a redes sociais. Com isso, nem se previnem contra ataques; nem podem contar com um público extremamente importante em sua defesa – seus próprios colaboradores.

PR Interview: Focando em outro tema, a metodologia IDI ainda é utilizada na LVBA?

Flavio Valsani: Essa metodologia é fundamental e é aplicada – em maior ou menor escala – em todos os clientes. É por meio do IDI que conseguimos apresentar uma avaliação objetiva do trabalho e analisar não só o resultado das ações como as causas que levaram a um bom ou mau resultado.

Mais do que um método de avaliação, o IDI é uma ferramenta de gestão que tem economizado muito tempo e dinheiro para nossos clientes.

PR Interview: E em relação à comunicação 3D, o assessor de imprensa precisa se preparar para utilizar esta tecnologia?

Flavio Valsani: É mais importante  o assessor se preocupar com a diversidade das mídias. Comunicação em 3D pode ser um diferencial importante em determinados casos, como, por exemplo, para chamar a atenção do público-alvo. Mas, usar as novas ferramentas da maneira adequada supõe um planejamento estratégico detalhado e conhecimento técnico para executá-lo.

PR Interview: Para finalizar, em quais ações vocês utilizam o conceito de PR Mobility?

Flavio Valsani: Em todas as ações. A ideia é usar toda a diversidade de ferramentas possível para obter os melhores resultados para o cliente, sempre considerando que os públicos-alvo estão, hoje, sujeitos a uma quantidade muito maior de influências.

LEIA NO PRÓXIMO POST:

Entrevista com Didier Lagae, CEO de Marco de Comunicación (Espanha).

Bookmark and Share

Sobre Rodrigo Capella

Diretor da Pólvora PR, Assessor de Imprensa e Estudioso da Comunicação Digital, Rodrigo Capella já ministrou, desde 2008, mais de 350 palestras e cursos em eventos, associações, empresas e universidades, como Banco do Brasil, Novartis, Rotary Club, ESPM, FMU, Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará, Congresso Internacional para Líderes da Comunicação, Social Media Vale do Paraíba e Seminário “Mídias Digitais e Transformação Social”, realizado em Aracaju pelo Governo de Sergipe. Além disso, o profissional foi professor de Comunicação Digital da pós-graduação da PUC-PR, da UNA-BH e da Universidade Anhembi Morumbi-SP. Capella é também autor de diversos livros, como “Assessor de Imprensa: fonte qualificada para uma boa notícia” e de “Rir ou Chorar”, biografia do cineasta Ricardo Pinto e Silva coordenada por Rubens Ewald Filho. E-mail: capella.rodrigo@gmail.com
Esse post foi publicado em Entrevista e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Flavio Valsani, da LVBA (Brasil)

  1. Amigos do Palco de Ideias,

    muito obrigado pela visita e pelo comentário.

    Abs, Rodrigo Capella.

  2. Palco de Ideias disse:

    Ótimo post! Excelente entrevista. A comunicação e a crise serão sempre uma boa pauta, pois a complexidade desse processo é tão mutante quanto a relação entre a organização e seus públicos.

  3. Adilson,
    muito obrigado pela visita e pelo comentário.
    Realmente, gerenciamento de crise ainda precisa ser muito discutido.
    Abs, Rodrigo Capella.

  4. Prezado Flavio.
    Receba meus cumprimentos por ” levantar a bola na área” para o tema de Gerenciamento de Crises, ignorado completamente quanto a sua importância e colocação em prática de medidas eficazes de forma preventiva em muitas organizações. ” Reagir sobre o leite derramado” é a práxis comum.

    Grande abraço.
    Adilson R. Oliveira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s