Simão Mairins, da equipe do site Administradores.com.br


“Não adianta querer agir no Facebook da mesma maneira que no Twitter”.

A frase é de Simão Mairins, da equipe do site Administradores.com.br

Acompanhe a seguir os principais trechos da entrevista:

PR Interview: O que uma marca precisa fazer para se destacar no Facebook?

Simão Mairins: Tanto no Facebook quanto em qualquer outra mídia social, o primeiro mandamento é buscar compreender seu público, analisando, mensurando  e, evidentemente, dialogando. Somente dessa forma é possível trabalhar conteúdos de fato relevantes para quem está ali. Agora toda rede tem suas especificidades e é fundamental levá-las em conta na hora de traçar um plano de ação. Não adianta querer agir no Facebook da mesma maneira que no Twitter, por exemplo. No Facebook,  o apelo da imagem é muito grande e dificilmente um post vai se tornar um viral contendo apenas textos.

PR Interview: Os iconográficos geram muita audiência?

Simão Mairins: Pela nossa experiência diária, percebemos que alguns post muito iconográficos, com mensagens que já dizem tudo ali mesmo na rede, são tão eficazes no sentido de gerar acessos. Então, é importante saber o que se  pretende fazer, qual o objetivo de cada ação, de cada post.

PR Interview: Você pode dar exemplos de ações realizadas por vocês com sucesso?

Simão Mairins: Se o objetivo é viralizar a marca e  conseguir fãs, por exemplo, trabalhar mensagens relevantes  associadas com imagens agradáveis que tenham um bom apelo junto ao público alvo é uma boa ideia. Agora é importante dar um passo de  cada vez e não querer fazer com que uma ação dê resultados em todos os sentidos (conquistas fãs, gerar acessos para o site, reforçar a marca etc.). Às vezes, uma ação que é lançada para atingir uma série de objetivos diferentes acaba não dando resultado algum.

PR Interview: Por que muitas empresas ainda erram no Facebook?

Simão Mairins: Talvez por falta de conhecimento sobre o que é de fato aquele  território e pela ideia errônea de que, pelo fato de a rede ser uma febre no momento, qualquer coisa que se fizer lá vai ser um sucesso.  Pelo potencial que tem, o Facebook pode ser um grande veneno para quem planeja mal e acaba enfiando as mãos pelos pés em ações desastradas. O Facebook é um ambiente novo e parcimônia é um fator  muito importante antes de qualquer ação.

PR Interview: O que leva um usuário a interagir com uma marca no Facebook?

Simão Mairins: Cada público tem suas  particularidades e cada marca tem sua maneira de se colocar junto ao seu público. Acho que aí a regra é descobrir como as pessoas que sua  marca pretende impactar se comportam na rede, quais são seus interesses, quais são suas restrições e alinhar sua abordagem a isso.

About these ads

Sobre Rodrigo Capella

Jornalista, professor, assessor de imprensa, escritor, palestrante, blogueiro e PR. Comunique-se, PR Interview, ComRemix, Nós, O.I, PQN, Mega Brasil, Crise & Comunicação, Abracom e Aberje.
Esse post foi publicado em Entrevista e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Simão Mairins, da equipe do site Administradores.com.br

  1. Estes problemas apontados pelo Mairins são de fato os que interferem negativamente na atuação das empresas. Muitas delas não entendem que, dependendo do canal utilizado, a estratégia tem que ser diferente. Hoje, uma mesma empresa pode ter um público muito diferenciado, que, de acordo com o canal de comunicação, busca coisas diversas. Saber identificar essas necessidades e anseios é fundamental para ter um bom resultado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s